Acadêmicos são homenageados em Parnaíba

A solenidade de entrega da honraria em Parnaíba, no Dia do Piauí.

Os acadêmicos Francisco Miguel de Moura (Cadeira 8), Luiz Ayrton Santos Júnior (Cadeira 16) e Magno Pires (Cadeira 26 e vice-presidente da Academia Piauiense de Letras) receberam a Medalha do Mérito Municipal Parnaibano, a mais alta comenda de Parnaíba.

A solenidade de entrega da honraria foi realizada na noite desta terça-feira (19), sob a presidência do prefeito Francisco de Assis de Moraes Souza (Mão Santa), nas celebrações do Dia do Piauí.

A comenda é entregue a autoridades e personalidades que prestam relevantes serviços ao município de Parnaíba.

A solenidade foi prestigiada pela primeira-dama Adalgisa Moraes Souza, demais autoridades municipais, famílias dos homenageados e outros convidados.

Acadêmico Luiz Ayrton agradece a homenagem recebida

Exposição sobre Reis Velloso vai até setembro

A exposição “Memória e desenvolvimento: 90 anos de João Paulo dos Reis Velloso”, aberta na última sexta-feira (30/07), segue até 30 de setembro no Centro Cultural do Sesc, em Parnaíba.

A homenagem foi idealizada pelo primeiro vice-presidente da Confederação Nacional do Comércio (CNC), Valdeci Cavalcante, e conta a trajetória profissional e pública do ex-ministro.

“João Paulo foi, sem dúvidas, um dos homens mais importantes do Brasil e, principalmente, do nosso Estado. É uma alegria poder contar um pouco mais da sua história e da sua contribuição para o nosso país”, afirmou Valdeci Cavalcante.

O economista Raul Velloso, irmão do homenageado, fez a palestra de abertura do evento e agradeceu a homenagem:

“Me sinto honrado em participar desse momento de celebração em que posso relembrar a figura do meu irmão, sempre estudioso e comprometido com os rumos do país.  A exposição está muito bem montada e certamente será um sucesso”, disse.

Reis Velloso nasceu em Parnaíba em 1931 e faleceu no Rio de Janeiro em 2019. Era membro da Academia Piauiense de Letras, onde ocupava a Cadeira 17, na qual foi sucedido pelo advogado, empresário e professor Valdeci Cavalcante.

(Fonte: Ascom/Sesc Piauí)

Exposição sobre Reis Velloso no Sesc Caixeiral, em Parnaíba

Reis Velloso recebe homenagem em Parnaíba

A passagem dos 90 anos do nascimento do ex-ministro Reis Velloso será celebrada com uma exposição em sua terra natal, Parnaíba.

A “Exposição Memória e Desenvolvimento: 90 anos de João Paulo dos Reis Velloso”, será aberta nesta sexta-feira (30/07), às 19h, na sede da União Caixeiral, no Centro da cidade.

A homenagem é da Confederação Nacional do Comércio e Sesc Piauí, através do vice-presidente nacional da CNC, Valdeci Cavalcante, e do presidente regional do Serviço do Comércio no Piauí, Dênis Cavalcante.

Na abertura do evento, o economista Raul Velloso, irmão do homenageado, vai proferir a palestra “O legado de João Paulo à economia brasileira”.

Seguindo orientações dos órgãos de saúde, será obrigatório o uso de máscara. Haverá transmissão ao vivo pelo Canal do Sesc Piauí no YouTube.

Perfil

João Paulo dos Reis Velloso nasceu em 12 de julho de 1931. Economista e professor. Formado pela Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade do Rio de Janeiro; pós-graduado pelo Conselho Nacional de Economia (1961); Master em Economia pela Universidade de Yale (EUA), recebendo o diploma PhD e granjeando o primeiro lugar.

Na assessoria do ministro Roberto Campos, elaborou com o economista Mário Henrique Simonsen o projeto de criação do IPEA – Instituto de Planejamento Econômico, em 1969. Foi ministro do Planejamento por dez anos.

Faleceu em 19 de fevereiro de 2019. Era membro da Academia Piauiense de Letras, onde ocupava a Cadeira 17, que tem hoje como titular o advogado, professor, empresário e escritor Valdeci Cavalcante.

APL doa livros para a Biblioteca Assis Brasil

A Academia Piauiense de Letras dou mais de 200 livros para o acervo da Biblioteca Assis Brasil, que está sendo instalada no Museu do Mar, em Parnaíba.

As obras foram selecionadas das Coleções Centenário e Século 21. Entre elas, está o romance “O Prestígio do Diabo”, do próprio Assis Brasil, homenageado com o nome da biblioteca.

Os romances “Teodoro Bicanca” e “A Civilização do Couro”, do parnaibano Renato Castelo Branco, também constam da relação dos livros doados pela APL.

A inauguração do novo espaço cultural está prevista para este semestre, conforme a Secretaria de Cultura.

Projeto de Leitura

A APL participou, no ano passado, do Projeto Te Aquieta e Lê, lançado e executado pela Secretaria Estadual de Cultura para incentivar a leitura durante o isolamento social da pandemia da Covid-19.

Ao longo do ano, foram distribuídos gratuitamente mais de 7 mil livros para leitores de mais de 100 municípios piauienses.

A Academia sugeriu à Secretaria de Cultura que esse projeto seja executado de forma permanente.