Quase dez anos depois, restauração do Meduna não saiu

WhatsApp Image 2021-01-31 at 20.17.03

A restauração de um espaço que sobrou da antiga edificação do Sanatório Meduna, após a construção do Shopping Rio Poty, no bairro Cabral, foi o tema do “Chá das 5” da última quinta-feira, 28.

O entrevistado do programa foi o médico psiquiatra Carlos Francisco Oliveira, mestre e doutor em Ciências Médicas pela Unicamp. Ele desenvolveu muitas de suas pesquisas em História da Psiquiatria no Sanatório Meduna.

O Dr. Carlos Francisco iniciou suas pesquisas no Meduna ainda no início dos anos 1990, como residente.  No trabalho de campo, entrevistou o fundador do sanatório, Dr. Clidenor de Freitas Santos, entre outros profissionais da área de saúde mental.

Ele defende a restauração e o uso do espaço com atividades culturais, para preservar a história de uma época.

Espaço cultural

A construção do shopping, na área ocupada pelo Meduna, previa o aproveitamento de parte da antiga edificação do hospital, como está registrado na mídia de Teresina, através de declaração do empresário Leonardo Sá Cavalcante, um dos diretores do empreendimento:

“Um dos diferenciais do empreendimento será a valorização da estrutura do antigo Meduna, que será transformado em uma biblioteca e uma pinacoteca, e da antiga Igreja do Sanatório.”

Quase dez anos depois da inauguração do shopping, em 2012, nada disso foi feito. O que se divulga nas mídias sociais é que o que sobrou da antiga edificação do Meduna está em avançado estado de deterioração e será demolido.

Veja o programa “Chá das 5”: