Prefeitura mantém projetos na área cultural

WhatsApp Image 2021-05-18 at 08.32.18

Os contratos da Prefeitura de Teresina com as Organizações Sociais que administram vários projetos culturais da capital serão mantidos até o final deste ano.

A garantia foi dada pelo vice-prefeito e secretário municipal de Finanças, Robert Rios, durante reunião com o regente da Orquestra Sinfônica de Teresina, maestro Aurélio Melo.

Também participou do encontro o secretário municipal de Planejamento, João Henrique Sousa, que à época em que foi presidente dos Correios patrocinou a transformação da Orquestra de Câmara em Orquestra Sinfônica de Teresina.

Até dezembro, a Prefeitura decidirá o encaminhamento que dará ao caso, depois de ouvir as Organizações Sociais que administram a Orquestra Sinfônica, o Balé da Cidade, a Banda 16 de Agosto e a Orquestra Sanfônica.

As informações foram dadas pelo maestro Aurélio Melo, que se declarou satisfeito com o resultado do encontro. Ele disse que na reunião teve oportunidade de passar ao vice-prefeito Robert Rios as informações sobre o funcionamento desses projetos.

APL preocupada

A decisão da Prefeitura de romper abruptamente os contratos com as OS’s do setor cultural, anunciada na semana passada, foi discutida na sessão de sábado (15/05) da Academia Piauiense de Letras.

Houve grande apreensão da entidade e de todo o setor cultural. Se posta em prática, a decisão interromperia projetos culturais que estão em execução há mais de 50 anos, como a Banda 16 de Agosto, e há quase 30 anos, como a Orquestra Sinfônica de Teresina.

O presidente da APL, Zózimo Tavares, lamentou o estresse causado e concordou com a declaração do prefeito Dr Pessoa de que a decisão foi precipitada.

Ele enalteceu o papel do vice-prefeito Robert Rios na busca de harmonização para o episódio.