Cid de Castro Dias toma posse na Academia Piauiense de Letras

apl03

Tomou posse na cadeira número 15 da Academia Piauiense de Letras o engenheiro Cid de Castro Dias na manhã deste sábado (30) na sede da APL. Cid de Castro, ao discursar, falou de sua satisfação em ocupar a cadeira de imortal da Academia por se tratar de um cargo ocupado por pessoas renomadas e importantes para o Piauí.

Cid de Castro já tem quatro obras publicadas, dentre elas uma sobre a historiografia do Piauí. Com a posse, agora ele ocupa a cadeira deixada por Deoclécio Dantas. Em sua profissão como engenheiro, ele participou da construção de obras importantes como as  do estádio Albertão, da Universidade Federal do Piauí e do Porto de Luís Correia.

O novo imortal agradeceu à oportunidade e à família. “Para mim não tem satisfação maior do que poder ocupar um lugar que os melhores nomes da intelectualidade do Estado ocupam. Agradeço à Academia Piauiense de Letras pela oportunidade e a minha família pelo apoio”.

Ele destacou que fica contente pelos acadêmicos acharem que ele já pode fazer parte da Academia como imortal. “O sonho de todo escritor é vir para a Academia, que na verdade não é o fim, mas o início de um outro trabalho e eu quero intensificar mais ainda a minha luta pela preservação ambiental”.

O presidente da APL, Nelson Nery Costa, disse que Cid é um poeta sensível e  gabaritado para ocupar a vaga “Não foi fácil escolher alguém para ocupar a vaga de Delclécio, mas escolhemos um que no momento achamos que fosse mais adequado que foi o Cid. Então, é uma pessoa que tem uma literatura diferente, voltada para a engenharia, mas que representa um resgate da própria história do Piauí”.