Acadêmico faz palestra sobre saneamento básico

Felipe Mendes faz palestra no Instituto de Águas e Esgotos do Piauí/Imagem: Divulgação
Felipe Mendes faz palestra no Instituto de Águas e Esgotos do Piauí/Imagem: Divulgação

“Políticas de saneamento básico no Brasil e experiência do Piauí” foi o tema da palestra proferida hoje (07/07) pelo economista, professor e acadêmico Felipe Mendes, na sede do Instituto de Águas e Esgotos do Piauí (IAE-PI).
Felipe Mendes repassou para técnicos e dirigentes do Instituto de Águas e Esgotos do Piauí, o Conselho Estadual de Saneamento Básico (composto de 13 membros) e demais interessados os seus conhecimentos sobre o assunto.
O palestrante é mestre em Saneamento Básico e foi secretário de Planejamento, deputado federal e presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf).
Debate democrático
O diretor-geral do IAE-PI, advogado, escritor e acadêmico Magno Pires, explica que a discussão sobre o projeto do novo Marco do Saneamento foi democrática, envolvendo a sociedade civil e especialistas, por meio de audiências públicas realizadas por todo o mês de junho.
“Nas discussões, foram apresentados os entraves e as soluções sugeridas para alcançar nossa meta”, afirma o diretor.
Cobertura
O Instituto de Águas e Esgotos do Piauí (IAE-PI) está mobilizado para cumprir o novo Marco Regulatório do Saneamento Básico.
Esse marco determina a universalização de água em 99% dos municípios brasileiros e do sistema de agosto em 90% das cidades até 2033.
O presidente do IAE informou que, para isso, o Governo do Estado vai enviar à Assembleia Legislativa um projeto de lei que divide o Piauí em 11 microrregiões, para facilitar o alcance da meta no Estado do Piauí.