200 da Independência | O ensino da Independência do Brasil nos colégios

cobertura-7244-200-independencia-ensino-independencia-brasil

O fenômeno histórico da Independência do Brasil mantém-se como marco incontornável de nossa história e é conteúdo frequente do currículo escolar. Todavia, os livros didáticos evidenciam reducionismos, simplificações e alguns preconceitos nas maneiras de se apresentar, e tratar o conteúdo de nossa emancipação política; além disso, há ainda, muita confusão na hora de escolher a forma adequada de trabalhar o tema nas escolas.

A história da separação entre Brasil e Portugal, feita de uma série de acontecimentos econômicos, políticos e sociais, vai muito além do clássico gesto de Dom Pedro I, retratado em pinturas, proclamando “Independência ou morte” às margens do riacho do Ipiranga.

A Fundação Biblioteca Nacional convida para um episódio da série “200 da Independência

Sexta-feira, 9 de abril de 2021 às 18:00

O ensino da Independência do Brasil nos colégios

Antônio Dutra (Escritor e Professor na rede estadual do RJ)

Marcelo Tavares (Coord. Ensino Médio da Escola Eleva e Professor da rede Pensi)

Comentários:

Daniel Fernandes (Professor na rede estadual do RJ e Gabinete, FBN)

Antônio Dutra é graduado em História (UFRJ), mestre em Relações Internacionais (PUC-Rio) Doutor em Ciência Política (IESP-UERJ). Em seu trabalho procura combinar atividade acadêmica com a produção literária. Foi colunista do então jornal impresso Tribuna da Imprensa, e vencedor da Bolsa de Criação Literária FLIP, e também vencedor do Prêmio Jeune Littérature Latino-Américaine promovido pela Maison des Écrivains Étrangers et Traducteurs – Meet (Saint-Nazaire) na França. De ambos os prêmios resultaram em dois livros: Matacavalos e Dias de Faulkner, este publicado também na França (sob o título de Jours de Faulkner). Tem textos publicados em antologias e sítios literários no Brasil e na França.  Recentemente publicou uma pequena introdução à vida e Pensamento Político do Visconde de Taunay, disponível em forma digital e gratuita no site da editora FUNEPE.  Integra o Centro de Memória do Povo Puri (CMPP), centro virtual de arquivamento de material de pesquisa e produção acadêmica sobre esta identidade indígena, e mantém-se ligado ao BEEMOTE, Grupo de Estudos e Pesquisa em Teoria Política e Pensamento Político Brasileiro (IESP-UERJ).

Marcelo Tavares é bacharel e licenciado em História pela UFRJ, Mestre pelo IUPERJ e Doutor em Ciência Política pelo IESP-UERJ. É professor de História da rede Pensi desde 2010 e desde 2020 coordena o Ensino Médio da Escola Eleva, Botafogo, Rio de Janeiro.

O evento é online e transmitido no canal da FBN no Youtube:

www.youtube.com/c/FundacaoBibliotecaNacional