SENAC de São Raimundo Nonato já formou mais de 25 mil alunos

O SENAC (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) de São Raimundo Nonato, onde a Academia Piauiense de Letras realizou sua primeira sessão fora de sua sede, em Teresina, é uma das 47 unidades do Sistema SESC/SENAC/Fecomércio no Piauí.

A unidade do SENAC de São Raimundo Nonato foi inaugurada em 1º de outubro de 1998, como Centro de Formação Profissional “Gasparino Ferreira dos Santos”.

Desde a sua criação, este Centro já atendeu cerca de 25 mil alunos/pessoas e diversas empresas em diversos cursos e áreas.

Possui sede própria composta pelos seguintes ambientes: duas salas de aula convencionais, um laboratório de informática, um laboratório de saúde, um laboratório de moda, um laboratório de beleza, um auditório com capacidade para 80 pessoas e salas administrativas e uma cozinha didática – pedagógica, além de biblioteca.

A APL reuniu-se solenemente em 21 de janeiro no auditório Herculano Moraes, que homenageia um dos membros da instituição.

Herculano nasceu em São Raimundo Nonato e foi um dos principais nomes da Literatura Piauiense, destacando-se como incentivador da cultura nos municípios.

Educação profissional

Além dos cursos oferecidos na programação o Senac, a Unidade de São Raimundo Nonato beneficia também a comunidade em atendimentos gratuitos e ações sociais, como: Banco de Oportunidade de Empregos, Rede de cursos à distância (técnicos, de graduação e pós-graduação), Programa Senac Gratuidade, atendimento no Salão de Beleza, Palestras e concessão do auditório para eventos.

Segundo Aloana de Araújo Gomes Negreiro, diretora local do SENAC, desde a sua inauguração, a Unidade do Senac de SRNonato tem demonstrado sua efetiva participação no desenvolvimento tanto das pessoas como de empresas de toda macrorregião, traduzidas em horas de trabalho, seriedade, dinamismo e comprometimento para com a instituição e seus clientes, sempre focados na melhoria dos serviços e, principalmente, na qualidade da educação profissional dos sanraimundenses.

“Ao  assumir  o compromisso de oferecer formação profissional de qualidade, proposta pedagógica eficiente, organizada e unificada nacionalmente, com ambientes pedagógicos modernos, material didático de qualidade, corpo docente e equipe técnica competentes, o Centro de Educação Profissional de São Raimundo Nonato garante há mais de 20 anos a entrega de qualificação profissional sólida, pautada na excelência  para  fortalecer o mercado, fortalecendo igualmente as organizações e o comércio de todo o entorno”, afirmou.

Expansão

Ao todo, o Sistema Sesc/Senac e Fecomércio no Piauí tem 46 unidades fixas no Piauí: Parnaíba e Luís Correia com 10 Unidades; Floriano com 4 Unidades – uma delas de cinco andares em construção; Picos com 4 unidades; SRNonato 2 unidades; São João do Piauí uma unidade; Guaribas uma unidade; Acauã uma unidade; Piripiri duas unidades; Bom Jesus uma unidade; Campo Maior uma unidade; Barras uma unidade; Oeiras uma unidade; Teresina nove unidades e iniciando a unidade 10; Esperantina – uma unidade em implantação.

A Fecomércio ocupa três prédios – dois em Parnaíba e um em Teresina. Houve um salto na expansão física das instalações da Federação, que, antes da gestão Valdeci Cavalcante (hoje membro da APL) tinha apenas dois prédios do Sesc em Teresina e dois prédios do Sesc em Parnaíba.

O sistema possuía um prédio do Senac em Teresina e outro em Parnaíba. A Fecomércio não possuía sede. Funcionava numa garagem para automóvel de um diretor. Agora são 46 unidades para abrigar todo o Sistema, pois está sendo construído um edifício garagem de 4 andares na Rua Simplício Mendes-N.

Boa formação

Os cursos oferecidos nessas unidades são nas áreas de Gestão, Comércio, Turismo e Hospitalidade, Conservação e zeladoria, Imagem Pessoal, Informática, Comunicação, Design, Artes, Tecnologia Educacional, Idiomas, Educação Ambiental e Saúde.

O SENAC é bastante procurado por empresas para encaminhamento de ex-alunos a emprego. Esta procura deve-se à boa formação profissional recebida pelo aluno, atendendo ao projeto pedagógico da instituição que qualifica o profissional conforme o perfil exigido pelo mercado de trabalho.

Curso de Design Interior no Senac SRN (2021).
Aloana Negreiro, gerente do Senac SRN.
Acadêmicos Fonseca Neto, Plínio Macêdo, Zózimo Tavares e Elmar Carvalho à entrada do auditório.
APL reunida no auditório Herculano Moraes, no Senac SRN.
Fachada do Senac SRN, no centro da cidade.

APL faz sessão no berço do homem americano

Três momentos marcaram a sessão solene especial da Academia Piauiense de Letras realizada ontem (21/01) à noite em São Raimundo Nonato.

Na primeira parte, foi exibido o documentário O sonho que saiu do papel, filme sobre a história da APL, com duração de 22 minutos e direção do documentarista Luciano Klaus.

Em seguida, houve a exibição do videopoema Miragens da Serra da Capivara, do poeta e acadêmico Elmar Carvalho, com declamação do autor.

Na segunda, foi proferida palestra do historiador e acadêmico Fonseca Neto sobre a contribuição de São Raimundo Nonato à história da humanidade.

Por fim, houve o lançamento do livro Piauí – Terra Querida, Filha do Sol do Equador, do jornalista André Pessoa.

Interiorização da APL

A sessão da APL foi realizada no auditório Herculano Moraes, no SENAC de São Raimundo Nonato, sob a presidência do acadêmico Zózimo Tavares.

Participaram da sessão, ainda, os acadêmicos Elmar Carvalho, Francisco Miguel de Moura, Magno Pires (vice-presidente da APL), Oton Lustosa, Plínio da Silva Macêdo e Reginaldo Miranda.

O evento contou com a participação da prefeita de São Raimundo Nonato, Carmelita Castro; da vereadora Katiúscia, representando a Câmara Municipal; da diretora local do SENAC, Aloana de Araújo Gomes Negreiro; e do representante da OAB-PI, Alexandre Cerqueira da Silva, além de outros convidados.

O presidente da APL informou que se tratava de uma sessão histórica, a primeira que a Academia realizava fora de sua sede, em Teresina, dando início ao programa de interiorização de suas atividades.

Acadêmicos Plínio Macêdo, Magno Pir4es, Zózimo Tavares, Reginaldo Miranda, Oton Lustosa, Fonseca Neto e Elmar Carvalho com André Pessoa.

APL se reúne em São Raimundo Nonato

A Academia Piauiense de Letras faz, neste sábado (21/01), a sua primeira sessão solene fora de sua sede, localizada em Teresina.

Os acadêmicos estarão reunidos a partir das 19h30 no auditório do Senac de São Raimundo Nonato.

Durante a solenidade, será exibido o filme “O Sonho que saiu do papel“, sobre a história da APL, dirigido pelo documentarista Luciano Klaus.

O ponto principal da cerimônia será a palestra “São Raimundo Nonato na história da humanidade”, a ser proferida pelo historiador e acadêmico Fonseca Neto.

No encerramento haverá o lançamento do livro “Piauí – Terra Querida, Filha do Sol do Equador”, do jornalista André Pessoa, e exibição do vídeopoema “Miragens da Serra da Capivara”, de Elmar Carvalho.

Os acadêmicos visitarão os Museus do Homem Americano e da Natureza, além do Parque Nacional Serra da Capivara.

O presidente da APL, Zózimo Tavares, destacou que o evento assinala o início do programa de interiorização da Academia.

Outros municípios serão visitados oficialmente pelos membros da Academia Piauiense de Letras ao longo deste ano.

Três intelectuais da São Raimundo Nonato integram os quadros da APL: Cid de Castro Dias, Plínio da Silva Macêdo e Niéde Guidon.