Faculdade de Medicina da UFPI já diplomou quase 3 mil médicos

Professor e acadêmico Anfrísio Lobão, orador da sessão.
Professor e acadêmico Anfrísio Lobão, orador da sessão.

 

 

Sessão Especial da APL em homenagem à Faculdade de Medicina da UFPI.

 

A Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Piauí diplomou quase três mil médicos desde a sua instalação, em 1968.

Com isso, contribuiu para elevação da qualidade da assistência médica praticada no Piauí, transformando o Estado em polo regional de referência em saúde.

As informações foram dadas hoje (23/10) pelo professor e acadêmico Anfrísio Lobão Castelo Branco, orador oficial da Sessão Especial da Academia Piauiense de Letras dedicada à Faculdade de Medicina da UFPI.

O evento fez parte do programa de atividades da APL para celebrar os 50 anos de fundação da Universidade Federal do Piauí.

A Academia homenageia as cinco faculdades que contribuíram para a criação da UFPI.

A sessão deste sábado contou com a presença do reitor Gildásio Guedes, que designou o vice-reitor Viriato Campelo, médico e professor, para agradecer a homenagem em nome da UFPI.

Participaram também representantes de entidades médicas, professores da UFPI, médicos, acadêmicos e outros convidados.

A solenidade foi conduzida pelo presidente da APL, acadêmico Zózimo Tavares, que dedicou a sessão à memória dos que fizeram a Faculdade de Medicina e também aos que continuaram e continuam esta magnífica obra.

Professor e acadêmico Anfrísio Lobão, orador da sessão.