Academia homenageia a memória de Wilson Gonçalves

w gonçalves2
Panegírico do acadêmico Wilson Gonçalves.

A Academia Piauiense de Letras se reuniu nesta quarta-feira (16/03), às 17h, em sessão solene, para realizar o panegírico do acadêmico Wilson Carvalho Gonçalves, último ocupante da Cadeira 12. Ele faleceu em 15 de outubro do ano passado, aos 98 anos.

A oração da saudade foi proferida pelo acadêmico Nelson Nery Costa. O orador discorreu sobre seus vínculos familiares com Barras e com o homenageado.

O orador citou também as obras de Wilson Gonçalves – “Terra dos Governadores” (1987); “Os homens que governaram o Piauí” (1989); “Teresina, pesquisas históricas” (1991); “Dicionário Histórico Biográfico Piauiense” (1992/93); “Vultos da História de Barras” (1994); “Roteiro Cronológico da História do Piauí” (1996); “Grande Dicionário Histórico Biográfico Piauiense Comentado” (1997); “Antologia da Academia Piauiense de Letras” (2000); “Lucílio Albuquerque” (2002); “Dicionário Enciclopédico Piauiense Ilustrado” (2003) e “Antologia dos Poetas Piauienses” (2003).

A artista plástica Josefina Gonçalves, filha de Wilson Gonçalves, agradeceu a homenagem em nome da família.

Participaram da sessão, conduzida pelo presidente da APL, Zózimo Tavares, os acadêmicos Carlos Evandro, Dilson Lages, Elmar Carvalho, Felipe Mendes, Fides Angélica, Fonseca Neto, Jonathas Nunes, Nelson Nery, Plínio da Silva Macêdo e Socorro Rios Magalhães, além de convidados. A sessão foi realizada no formato virtual.

O presidente da APL disse que as obras de Wilson Carvalho Gonçalves vão atravessar os tempos e viverão na memória dos piauienses como recortes e registros históricos que marcaram várias gerações.