Piauí ganha o Museu das Letras

Casa Odilon Nunes, em Amarante, onde foi instalado o Museu das Letras do Piauí
Casa Odilon Nunes, em Amarante, onde foi instalado o Museu das Letras do Piauí

O Piauí ganhou um novo e amplo espaço cultural, o Museu das Letras, instalado na Casa Odilon Nunes, em Amarante – a 170 quilômetros ao Sul de Teresina.

O equipamento foi entregue ontem (27/03) pela vice-governador Regina Sousa, e o secretário de Cultura, Fábio Novo.

O mais novo museu do Estado segue uma tendência moderna de interação com os visitantes.

No acervo estão o quarto completo do escritor e historiador Odilon Nunes, objetos do poeta Da Costa e Silva, ambos da Academia Piauiense de Letras, e várias salas homenageando diversas manifestações da escrita piauiense.

A Sala Azul é dedicada aos poetas. O espaço dispõe ainda de salas exclusivas para os povos indígenas, com destaque para a obra de Mandu Ladino.

O espaço também conta com homenagem ao acadêmico Anfrísio Castelo Branco; Sala dos Historiadores; Sala do Ciclo do Couro, sobre a labuta do vaqueiro; Sala sobre o falar piauiense; e outra destinada aos negros.

Na montagem do acervo foi desenvolvido um trabalho que se estendeu por sete meses, com o suporte de um conselho curador, formado por representantes da Universidade Federal do Piauí, da Universidade Estadual do Piauí, da Fundação Dom Quixote e de outros segmentos da literatura.

O trabalho foi planejado, executado e coordenado pelo arquiteto e professor Paulo Vasconcelos, curador do museu.

O espaço conta, ainda, com o Café com Letras e uma pequena lojinha com obras dos autores homenageadas.

O presidente da Academia Piauiense de Letras, Zózimo Tavares, e o presidente do Conselho Estadual de Cultural, Nelson Nery Costa, participaram da inauguração do Museu das Letras.