Peça ‘Jovita, ou a Heroína de 1865’ será encenada na Academia Piauiense de Letras

No próximo dia 8 de Junho a APL (Academia Piauiense de Letras) será palco para a encenação da peça “Jovita, ou a Heroína de 1865″, drama histórico de autoria do imortal Jônathas Batista. A realização é do Trama Teatro com apoio da Academia, através do patrocínio do Sistema Estadual de Incentivo à Cultura (Siec).

Jônathas Batista fez parte do grupo fundador da Academia Piauiense de Letras e teve como um dos traços de sua obra colocar em questão as relações sociais e depositou na literatura a esperança de intervir na sociedade.  A obra de Jônathas Batista, a respeito da história da mulher que nasceu no interior do Ceará e residiu no interior Piauí, em Jaicós, ficando conhecida por sua destemida vontade de ir a Guerra do Paraguai, foi encenada pela primeira vez em 1912.

A história de Jovita Feitosa, a heroína da Guerra do Paraguai, ainda desperta curiosidade entre historiadores de todo o Brasil, sendo a mesma chamada de Joana D’Arc brasileira. Recentemente o historiador José Murilo de Carvalho lançou o livro Jovita Alves Feitosa: Voluntária da pátria, voluntária da morte”.