APL lança novos livros das Coleções Centenário e Século XXI

 

A Academia Piauiense de Letras (APL) lançou no sábado, 18 de maio, quatro obras que compõem as coleções ‘Centenário’ e ‘Século XXI’. A solenidade, que aconteceu na sede da Academia Piauiense de Letras, contou com a presença de muitos convidados.

 

Pela coleção Centenário o público foi lançado o livro ‘Cancioneiro Geral (1920-1976), do imortal Martins Napoleão, a qual a apresentação foi feita pelo neto, o ex-governador do Estado do Piauí e ex-ministro Hugo Napoleão.

 

Já pela coleção ‘Século XXI’ os livros lançados foram ‘O Ensino de Enfermagem no Piauí – história e memória’, de Anneth Cardoso Basílio da Silva; ‘Neorregionalismo Brasileiro’, de Herasmo Braga de Oliveira; e ‘Viver, Amar e Escrever’, de Maria das Graças Targino.

 

As obras diversas expõem a riqueza literária piauiense, com caráter histórico, informativo e cultural, demandando grandes contribuições aos leitores.  Em Cancioneiro Geral, por exemplo, Martins Napoleão que ocupou relevantes cargos, como Interventor depois da deposição de Getúlio Vargas, como Consultor Geral do Banco do Brasil e como Presidente da APL, reúne uma refinada técnica literária, em uma publicação poética ao longo de mais de cinquenta anos.

 

Já em ‘Viver, Amar e Escrever’, a professora Maria das Graças Targino faz uma tentativa de externar nosso enfrentamento diante do cotidiano inerente ao século XXI, em cada texto expõe temas diversificados, onde homens e mulheres lutam para sobreviver, num mundo desigual em diferentes facetas.