Academia faz eleição sem aglomeração

WhatsApp Image 2021-02-12 at 09.22.22

A Academia Piauiense de Letras realiza, neste sábado (13), a eleição, em segundo turno, para o preenchimento da Cadeira 16, vaga com o falecimento do acadêmico Eustáchio Portella.

A Academia antecipou a votação e os acadêmicos puderam entregar pessoalmente ou encaminhar seus votos impressos. A medida, segundo o presidente da APL, jornalista Zózimo Tavares, tem o objetivo de evitar aglomeração no dia do pleito.

Até agora, 16 acadêmicos já votaram. A Comissão Eleitoral está a postos para receber o voto do acadêmico residente em Teresina que solicitar pessoalmente por telefone essa providência.

Dois candidatos concorrem à cadeira 16, o médico e professor Luiz Ayrton Santos Júnior, e o professor de literatura e latinista Carlos Evandro Eulálio.  Para ser eleito, o candidato precisa obter pelo menos 20 votos.

A Comissão Eleitoral, presidida pelo advogado e acadêmico Reginaldo Miranda, é composta ainda dos acadêmicos Dilson Lages, Elmar Carvalho e Fonseca Neto e Magno Pires.

Duas das 40 cadeiras da APL estão vagas. A inscrição para a Cadeira 20, vaga com a morte do padre Raimundo José Airemoraes, se encerram nesta sexta-feira.