A presença feminina na literatura piauiense

WhatsApp Image 2020-11-13 at 17.59.04

A presença feminina na literatura foi o tema do segundo “Chá das 5”, programa da Academia Piauiense de Letras apresentado na TV Nestante, no YouTube.

A entrevistada foi a secretária-geral da APL, professora Fides Angélica, que conversou sobre o tema com os jornalistas Eulália Teixeira e Zózimo Tavares, este presidente da Academia.

Fides Agélica informou que dez mulheres fazem parte da história da APL, sendo que uma delas, Luiza Amélia de Queiroz Brandão, é patronesse da Cadeira 28.

Na vanguarda

A professor Fides Angélica destacou o caráter vanguardista da APL já em seu nascimento, em 1917, quando acolheu na Cadeira 23 a escritora Amélia Beviláqua.

Ela lembrou que, mais tarde, Amélia teve negado o seu pedido de inscrição para concorrer a uma cadeira na Academia Brasileira de Letras pelo fato de ser mulher.

As mulheres na APL

Integraram ainda a Academia Piauiense de Letras as escritoras Maria Isabel Gonçalves de Vilhena (Cadeira 21), Emília Castelo Branco e Emília Leite Castelo Branco (Cadeira 37) e Alvina Gameiro (Cadeira 14).

Atualmente, ocupam cadeiras na APL as escritoras Nerina Castelo Branco (decana, Cadeira 35), Fides Angélica (Cadeira 40), Teresinha Queiroz (Cadeira 23) e Socorro Rios Magalhães (Cadeira 6).

Está eleita e em breve tomará posse na Cadeira 24 a arqueóloga Niéde Guidon.

O “Chá das 5”

O  programa “Chá das 5” estreou em 5 de novembro, Dia Nacional da Língua Portuguesa.

Será apresentado toda quinta-feira, às 17h, com a presença de acadêmicos, escritores e outras personalidades do cenário literário e cultural. O programa tem duração de meia hora.

Veja o “Chá das 5”!