APL encerra programa de homenagens à UFPI

Sessão Especial da APL dedicada à Faculdade de Administração da UFPI

A Academia Piauiense de Letras encerrou ontem (13/11) o programa de homenagens à Universidade Federal do Piauí, na passagem do seu cinquentenário, celebrado ao longo de 2021.

O programa foi aberto em 6 de março, com Sessão Solene para comemorar os 50 anos de instalação da UFPI.

A partir daí, a Academia passou a homenagear as faculdades fundadoras da Universidade Federal do Piauí.

A primeira homenagem foi prestada à Faculdade de Direito (FADI), fundada em 1931, sendo a primeira escola de ensino superior no Piauí. O acadêmico Nelson Nery, professor do Curso de Direito, foi o orador da sessão, realizada em 27 de março.

Em 20 de agosto, foi homenageada a Faculdade Católica de Filosofia, instalada no final da década de 1950, com oração do acadêmico Pedro da Silva Ribeiro, professor da FAFI.

A Faculdade de Odontologia, do começo dos anos 1960, foi homenageada em 18 de setembro, com oração do acadêmico Plínio da Silva Macedo, professor do Curso de Odontologia da UFPI.

Em 23 de outubro, a APL homenageou a Faculdade de Medicina, instalada em 1968, em Sessão Especial que teve como orador o acadêmico Anfrísio Lobão, professor e ex-reitor da UFPI.

Por último, a Academia prestou no sábado a sua homenagem à Faculdade de Administração de Parnaíba, com oração do acadêmico Elmar Carvalho, ex-aluno da instituição.

Presidente da APL convidado para entrega do Prêmio Jabuti

Presidente da APL, Zózimo Tavares: convite para o Prêmio Jabuti

O presidente da Academia Piauiense de Letras, Zózimo Tavares, foi convidado pela Câmara Brasileira do Livro para a cerimônia de entrega do Prêmio Jabuti 2021.

Nesta edição, a de número 63, a premiação — realizada pela Câmara Brasileira do Livro (CBL) desde 1958 — recebeu 3.422 inscrições.

O total é 31% maior do que o número de obras inscritas em 2020.

“Ficamos muito contentes em notar que o Prêmio Jabuti, mesmo acontecendo de maneira virtual, só cresce em relevância. É o resultado de um trabalho que reconhece a potência da produção nacional, valoriza todos os elos da cadeia do livro e dá espaço para as vozes plurais que pensam o Brasil”, comenta Vitor Tavares, presidente da CBL.

De acordo com Vitor, o novo formato da cerimônia de premiação trouxe ao Jabuti mais público, agilidade e um diálogo, a cada edição, mais amplo.

Além de ter definido a data da cerimônia de entrega das estatuetas, a CBL também destaca outros momentos determinantes: a divulgação dos dez finalistas de cada categoria, no site www.premiojabuti.com.br.

A cerimônia será realizada no próximo dia 25, às 19h, com transmissão pelo Canal da CBL no YouTube.

(Com informações da CBL)

APL homenageia Curso de Administração de Parnaíba

A Faculdade de Admnistração funciona no Campus Reis Velloso, em Parnaíba.

A Academia Piauiense de Letras (APL) realiza no próximo sábado (13/11) Sessão Especial em homenagem à Faculdade de Administração de Parnaíba.

O evento faz parte do programa da APL para celebrar os 50 anos da Universidade Federal do Piauí, aberto em março.

O poeta e acadêmico Elmar Carvalho será o orador da sessão de sábado, abordando o tema: “Faculdade de Administração – um dos cinco pilares da UFPI”.

Elmar Carvalho é juiz aposentado e foi aluno da Faculdade de Administração de Parnaíba, antes de fazer o Curso de Direito.

A Faculdade de Administração foi incorporada à UFPI, quando da criação da universidade, juntamente com as Faculdades de Direito; Filosofia; Odontologia e Saúde.

Hoje o Curso de Administração integra a Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFDPar), desmembrada da UFPI.

Cada uma dessas faculdades já foi homenageada pela APL através desse programa de comemoração do cinquentenário da UFPI.

Prefeito reúne membros da Comenda Conselheiro Saraiva

Prefeito reúne conselheiros no Palácio da Cidade

 

Os membros do Conselho Deliberativo Municipal José Antônio Saraiva se reuniram na tarde desta terça-feira (09/11), no Palácio da Cidade, para propor e aprovar nomes que serão homenageados este ano com a comenda Conselheiro Saraiva.

A cerimônia de entrega da medalha aos agraciados será realizada no dia 10 de dezembro.

A reunião foi conduzida pelo prefeito José Pessoa Leal (Dr. Pessoa), presidente do Conselho, composto por representes das Secretarias Municipais de Educação e de Governo e da Fundação Cultural Monsenhor Chaves.

Também integram o Conselho a Academia Piauiense de Letras e o Instituto Histórico e Geográfico do Piauí, além da Associação Comercial do Piauí.

Dois membros da APL participaram da reunião, os acadêmicos Reginaldo Miranda, representando oficialmente a Academia, e Fonseca Neto, presidente do IHGPi.

O professor Nouga Cardoso representou a Semec.

“Chá das 5”, um ano no ar

O programa “Chá das 5”, da Academia Piauiense de Letras, completou um ano no ar.

Com meia hora de duração, ele é apresentado todas as quintas-feiras, às 17h, através da TV Nestante (YouTube).

Sua estreia ocorreu em 5 de novembro de 2020, Dia Nacional da Língua Portuguesa e da Cultura.

Inicialmente, foi apresentado pela jornalista Eulália Teixeira e, atualmente, pela jornalista Vanize Lemos, com a paricipação do presidente da APL, jornalista Zózimo Tavares.

A edição de quinta-feira passada foi especial, com a participação de acadêmicos e outros convidados que apresentaram suas mensagens de parabéns à APL.

O presidente da Academia disse que o programa nasceu da necessidade de se ciar um canal de comunicação para a APL enfrentar o isolamento social.

Quase todos os acadêmicos já participaram do programa, como entrevistados, falando de suas obras e de outros temas.

Interiorização e arquivo

Como um dos objetivos da atual diretoria é promover a conexão da Academia com os polos culturais do interior do Piauí, esta foi outra ideia que também inspirou a criação do programa.

Durante este primeiro ano, intelectuais e produtores culturais de várias regiões do Piauí já foram entrevistados no programa.

O “Chá das 5” tem procurado fazer uma aproximação também com os acadêmicos que residem fora de Teresina.

Já foram entrevistados os acadêmicos Hugo Napoleão e Pedro da Silva Ribeiro (Brasília) e José Ribamar Garcia (Rio de Janeiro).

O programa da APL contou ainda com a presença de nomes nacionais das letras, como os escritores Aldo Rebelo e Carlos Castelo, de São Paulo; e Edmilson Caminha Júnior, Paulo Castelo Branco e Paulo José Cunha, de Brasília.

Todos os programas “Chá das 5” estão arquivados nas plataformas da TV Nestante e podem ser revistos e compartilhados.

VEJA o programa de aniversário:

https://www.youtube.com/watch?v=97ajQp4cdlI

Piauí concede auxílio a mestres da cultura popular

Solenidade de certificação de mestres da cultura popular e grupos folclóricos/Imagens: CCOM

 

A passagem do Dia Nacional da Cultura foi comemorada hoje (5/11) no Piauí com a entrega de certificados do Registro no Patrimônio Vivo a mestres da cultura popular e grupos folclóricos piauienses.

Os beneficiados passarão a contar com um auxílio financeiro vitalício e mensal do Estado como compromisso de manter vivas as tradições da cultura piauiense.

O Governo Estadual beneficia, este ano, 30 mestres ou grupos da cultura popular.

O evento foi realizado no Palácio de Karnak e presidido pelo governador Wellington Dias.

Regulamentação

Em fevereiro deste ano, o Governo do Estado regulamentou, por meio de decreto, a Lei do Patrimônio Vivo do Estado do Piauí (nº 5.816/2008).

O edital que selecionou os mestres e grupos recebeu o nome do professor Cineas Santos.

Com isso, mestres e grupos que atuam em ofícios tradicionais piauienses reconhecidos no Brasil e no mundo – tais como arte santeira, renda de bilro – ou manifestações culturais ligadas à dança, música e literatura de cordel passam receber aporte financeiro para transmitir seus conhecimentos e experiências.

A vice-governadora Regina Sousa, os secretários de Cultura, Fábio Novo, e de Fazenda, Rafael Fonteles, participaram do ato, que contou ainda com a presença dos presidentes do Conselho Estadual de Cultura, Nelson Nery, e da Academia Piauiense de Letras, Zózimo Tavares, entre outros convidados.

Apresentação artística no Palácio de Karnak

APL abre inscrições para duas Cadeiras

A Academia Piauiense de Letras (APL) publicou, hoje (04/11), edital abrindo as inscrições para o preenchimento das Cadeiras 38 e 12, vagas, respectivamente, com os falecimentos dos acadêmicos Manoel Paulo Nunes e Wilson Carvalho Gonçalves.

O edital está publicado no site da APL e informa que os interessados devem procurar a sede da instituição, a partir desta data e pelo prazo de 30 dias, para formalizarem seu pedido de inscrição.

Leia o edital:

 

 

Filme sobre Mandu Ladino sai no próximo ano

O ator Paulo Betti roteiriza história de Mandu Ladino

O filme que conta a vida e as lutas do índio Mandu Ladino sairá em 2022, nas comemorações do bicentenário da Independência.

O anúncio foi feito pelo governador Wellington Dias, ao informar que a produtora do ator e cineasta Paulo Betti foi a vencedora do edital para a produção do filme.

O filme será baseado no romance “Mandu Ladino”, do médico, escritor e acadêmico Anfrísio Lobão. A obra foi lançada em 2006 e está em sua terceira edição.

Herói piauiense

O roteiro de Paulo Betti, que se interessou pela história do índio desde o lançamento do livro, mostrará ao Brasil um personagem piauiense que, entre os séculos XVII e XVIII, lutou contra a colonização branca.

Mandu Ladino foi transformado em “índio manso”, passou a infância entre padres jesuítas, foi escravo de fazendeiros, tornou-se líder e morreu, em 1716, como guerreiro, supostamente nas imediações do Porto das Barcas, em Parnaíba.

O governador anunciou que outros três filmes sobre o Piauí serão lançados nas comemorações dos 200 anos da Independência. Um deles, “Jenipapo”, de Alexandre Melo, já está em fase adiantada.

O terceiro filme será sobre a presença dos europeus no Piauí e o quarto sobre Esperança Garcia, negra, escrava e considerada a primeira advogada do Piauí.

A Academia Piauiense de Letras compõe a Comissão Piauí 200 Anos, que definirá o programa de celebrações do bicentenário da Independência.

Membros da APL estarão na Comissão Piauí 200 Anos

Quatro membros da Academia Piauiense de Letras estão na Comissão Piauí 200 Anos, que vai elaborar a programação estadual para celebrar o Bicentenário da Independência, em 2022.

Por indicação do presidente da APL, Zózimo Tavares, o acadêmico Felipe Mendes (Cadeira 32) é o represente oficial da Academia, tendo como suplente o acadêmico Elmar Carvalho (10).

O acadêmico Fonseca Neto (Cadeira 1) representa o Instituto Histórico e Geográfico do Piauí.

Já o acadêmico Nelson Nery (Cadeira 33) representa o Conselho Estadual de Cultura, como suplente do conselheiro Cineas Santos.

A Comissão é integrada ainda por representantes do Governo do Estado, Universidade Federal do Piauí, Universidade Estadual do Piauí e Associação Piauiense de Municípios, entre outras instituições.

Últimos dias para inscrições para preenchimento da Cadeira 22

Segue aberto até este sábado, dia 30, as inscrições para preenchimento da Cadeira 22 da Academia Piauiense de Letras, vaga aberta com o falecimento do acadêmico Nildomar da Silveira Soares, em 22 de agosto passado. A APL publicou o edital abrindo inscrições no dia 12.

O edital saiu na página 2 do Caderno “Em dia”, do jornal O DIA.

O 1º secretário da APL, acadêmico Fonseca Neto, informou que o prazo para inscrição é de 30 dias e começa a contar a partir da data da publicação do edital.

Nesse período, os interessados deverão entregar à Secretaria da APL, na sede da instituição (Av. Miguel Rosa, 3.300 – Sul), requerimento encaminhado ao presidente solicitando a inscrição.

O requerimento deve estar acompanhado de currículo do interessado e de exemplares de suas obras já publicadas.

Edital abre inscrição à Cadeira 22 da APL (jornal  O DIA – 12/10/21)